O Michael faz poesia com pincél e tinta. As cores e os traços oníricos são a expressão mais aguda do seu interior, pulsante e equilibrado. Ele é um dos poucos que conheço a conjugar leveza e força com tanta astúcia. Amigo, professor, artista, Michael Clayton quer sempre mais e melhor, sem que a cobraça o soterre. Essa habilidade fina está nos quadros e nas aulas, e o simples contato com a sua obra faz com que nossos dias sejam mais sensíveis e agradáveis.